Computação na nuvem e modelo de negócio do Google


Você já ouviu falar na Computação em Nuvem?

Computação em Nuvem é a migração do processamento de dados do seu computador para algum servidor baseado em Internet. Mas o que exatamente isso quer dizer?

Quando se usa o Word, tanto o software que você usa (o Word) quando o arquivo que você salva ficam armazenados no HD do seu computador. No caso da computação em nuvem é diferente. Tanto o software que você está usando quando os arquivos que você salvar serão armazenados num servidor acessado pela Internet.

Um exemplo disso é o Google Docs. Nesse serviço você acessa tanto o software do editor de texto quanto seus arquivos através do navegador de Internet. A qualquer momento, de qualquer lugar, desde que com acesso a Internet, inteiramente de graça, você pode acessar seus programas e arquivos, trabalhar colaborativamente em documentos e etc. São muitas as funcionalidades.

Apesar das vantagens, ainda paira uma dúvida no ar. Mas porque fazer isso? Quem ganha alguma coisa ($$$) fazendo isso?

O Google ganha. Ele sempre ganha. Mas como?

Primeiro é preciso compreender que o modelo de negócio do Google é baseado em propaganda. Mas isso você já sabe. O que talvez você não saiba é que a propaganda no mundo on-line é totalmente diferente da propaganda off-line.

No mundo off-line a propaganda é vendida na mídia tradicional: jornais, revistas, rádio, TV, etc. O que essas mídias têm em comum? O fato de que o que pode ser vendido pela propaganda é um bem escasso. As páginas da revista ou jornal, o tempo de comercial nos programas de rádio e TV. Tudo isso tem um limite, seja em área, seja em tempo. Assim uma revista que tem uma grande tiragem, acessando milhões de leitores, pode vender o espaço disponível por valores bem altos.

No caso do mundo on-line a coisa funciona diferente. O ativo vendido pela propaganda é espaço nos sites, blogs, etc. E o que eles têm em comum? O espaço disponível é praticamente infinito. Existem mais de 1 trilhão de sites em funcionamento no mundo hoje. Portanto a oferta é bem maior do que a demanda. Os anunciantes têm muitas opções. Resultado? Isso acaba derrubando os preços praticados na propaganda on-line. Por isso é muito difícil para qualquer site mesmo daqueles com maiores audiências conseguir valores consideráveis através da venda de propaganda.

Já o Google ganha dinheiro ($0,10 ou mais de $1) por cada clique num anúncio. O que o Google vende não é espaço (que é ilimitado na web). Ele vende intenções dos usuários, demonstrada através de cliques nos anúncios que aparecem ao lado do resultado das buscas. E interesse dos usuários é um recurso muito escasso. Usuários que clicam num anúncio estão interessados naquele conteúdo. O resultado final é que o tipo de propaganda vendida pelo Google ainda cresce velozmente, e por isso o Google é uma empresa tão grande e tão lucrativa.

Dessa maneira, o Google conseguiu desenvolver uma posição dominante no mercado de propaganda na Internet. Seu crescimento agora só é limitado pelo crescimento da própria web. Por isso o Google investe maciçamente no desenvolvimento de novos produtos, serviços e aplicações da web.

O Google faz isso porque lhe interessa que as pessoas usem cada vez mais serviços on-line, que passem mais tempo navegando na web. E é exatamente isso que a computação na nuvem faz, pois transfere o software e os dados do computador da sua casa para servidores acessados por Internet. O resultado disso é mais grana para o Google.

Entendeu?

Anúncios

Sobre othiagosabe

um conceito
Esse post foi publicado em Artigos & Opiniões. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s